Acessibilidade
Contraste:
Tamanho do texto:
Acessível em libras: Conteúdo acessível em libras usando o VLibras Widget com opções dos Avatares Ícaro ou Hozana.

Especialistas apresentam tendências do varejo de vestuário na Feira do Empreendedor

26/10/2021

Edição de 2021 acontece até amanhã, dia 27, de forma 100% online e gratuita

Como me destaco dos meus concorrentes? Este foi o tema do painel desta terça-feira, 26, dedicado aos empreendedores do setor de vestuário. A primeira palestra foi ministrada por Roni Bueno, sócio fundador da Organica, que destacou sua trajetória profissional e também os três pilares essenciais para o sucesso de negócios de moda.

“Ter uma marca de desejo, com produtos que provoquem desejo. Para isso, é necessário se conectar com o consumidor. As redes sociais, por exemplo, fazem isso. Elas te conectam a coisas que te interessam e você se conecta com elas e fica em uma bolha. E o mundo hoje vive em bolhas, em comunidades”, destaca.

Além de ter uma marca de desejo, Bueno também cita a importância de escalabilidade do negócio para trazer bons resultados e a importância de conhecer o cliente de sua marca para definir sua estratégia e proporcionar uma experiência diferente. “Você precisa ter um sonho grande. Não importa se está no interior ou em uma grande capital. O local não diz mais sobre isso. Você pode sonhar grande com a sua marca e mirar nisso. E então responda: o que torna a sua marca única? E por que a torna?”.

Em seguida, o consultor do Sebrae-SP Edgard Ferreira Neto falou sobre Tendências Internacionais do novo consumidor. Entre os pontos abordados estão a transformação dos consumidores, que agora são “omnichanel” (conectados a vários canais simultaneamente); e o papel da pandemia nesta transformação. Ele ainda destacou que as lojas do futuro devem estar atentas a questões como a equidade, diversidade e inclusão.

Os consultores do Sebrae-SP Ariadne Mecate e Alexandre Giraldi também estiveram na jornada de vestuário falando de sobre a importância do digital para aumentar as vendas e como traçar estratégias para deixar seus concorrentes para trás.

Por último, o economista e empreendedor Ricardo Amorim apresentou um cenário do empreendedorismo no Brasil. Segundo ele, o país ficou em 5º lugar no ramo de empresários mais determinados, que tem coragem de fazer um negócio. Contudo, muitos desses empreendedores precisam acreditar que são capazes de fazer seus negócios crescerem. “Isso acontece pelas dificuldades que sentem e também por falta de inovação. Por isso, é importante perguntar: o que podemos fazer de diferente para o meu negócio ser único?”

A feira começou no último sábado, dia 23, e segue até quarta-feira, dia 27, com inscrições no site www.feiradoempreendedor21.com.br

Platina
Diamante
Ouro
Expositor Especial
Sala de Conteúdos